FATORES DE RESILIÊNCIA NO ENVELHECIMENTO VERIFICADOS NA VISITA DOMICILIAR: RELATO DE UMA EXPERIÊNCIA NA ATENÇÃO BÁSICA

  • Denise Ribeiro Barreto Mello
  • Paulo Cavalcante Apratto Junior
  • Thiago Pontes de Oliveira César
  • Danilo Souza
  • Daniele Miranda
  • Geandra Freitas
  • José Messias Mota
  • Ligia Costa Leite

Abstract

O envelhecimento populacional é uma realidade contemporânea garantida pela evolução científica e tecnológica. O idoso tem direito a vida com qualidade, produtividade e proatividade. No entanto, nem sempre isso ocorre devido à dificuldade de enfrentamentos nesta fase evolutiva, ainda marcados por uma carga negativa de crenças e preconceitos. Além disso, muitos idosos brasileiros, devido a condições de vida desfavoráveis decorrentes de desigualdades sociais que assolam o país, são acometidos por diferentes tipos de doenças, geralmente, relacionados a estilos de vida e determinantes biopsicossociais que, por diferentes razões, colaboram ou não para o enfrentamento dessa fase. A visita domiciliar (VD) tem sido, no nível da Atenção Básica à Saúde (ABS), um importante dispositivo para colaborar para a promoção da saúde do idoso, com levantamento de problemas e ações de prevenção, a partir da percepção de fatores de resiliência. O presente artigo visa relatar a experiência de VDs a pacientes idosos realizadas no componente curricular de Saúde e Sociedade, de um Curso de Graduação em Medicina de um município do interior do Estado do Rio de Janeiro. Utiliza-se como método a análise crítico descritiva para elaborar o relato e refletir sobre a experiência numa perspectiva crítica para promover sua ampliação.

Downloads

Download data is not yet available.
Published
2016-12-20
How to Cite
Ribeiro Barreto Mello, D., Cavalcante Apratto Junior, P., Pontes de Oliveira César, T., Souza, D., Miranda, D., Freitas, G., Messias Mota, J., & Costa Leite, L. (2016). FATORES DE RESILIÊNCIA NO ENVELHECIMENTO VERIFICADOS NA VISITA DOMICILIAR: RELATO DE UMA EXPERIÊNCIA NA ATENÇÃO BÁSICA. Revista Interdisciplinar Pensamento Científico, 2(2). Retrieved from http://reinpec.org/reinpec/index.php/reinpec/article/view/118