ESTUDO DA PREVALENCIA DE STAPHYLOCOCCUS AUREUS RESISTENTES COLONIZANDO ESTUDANTES DA FACULDADE DE MEDICINA EM CAMPOS DOS GOYTACAZES

  • Gabriela Barbosa e Silva
  • Miguel de Lemos Neto
  • Anderson Nunes Teixeira
  • Amanda Mendes do Valle
  • Fábio Aguiar Alves
Keywords: Staphylococcus aureus resistente, MRSA, teste de catalase e coagulase, caracterização fenotípica, prevalência

Abstract

Os primeiros casos de infecção por MRSA na comunidade foram relatados na década de 80 em grupos populacionais específicos, como usuários de droga intravenosa, residentes em instituições de saúde e pacientes com frequente contato com serviços de saúde. O presente estudo visa descrever a prevalência de colonização nasal por MRSA em estudantes de medicina de Campos dos Goytacazes, Rio de Janeiro. Um número total de 148 alunos de medicina do 1º, 2º, 3º e 4º períodos foi abordado para coleta de swabs nasais, no período de fevereiro a dezembro de 2019. Este material foi semeado em meio ágar manitol e submetido ao teste de catalase e de coagulase para caracterização fenotípica deste patógeno. Observou-se uma prevalência menor de colonização nos períodos iniciais (1º e 2º períodos), aumentando gradativamente nos períodos subsequentes (3º e 4º períodos).

Downloads

Download data is not yet available.
Published
2019-12-30
How to Cite
Barbosa e Silva, G., de Lemos Neto, M., Nunes Teixeira, A., Mendes do Valle, A., & Aguiar Alves, F. (2019). ESTUDO DA PREVALENCIA DE STAPHYLOCOCCUS AUREUS RESISTENTES COLONIZANDO ESTUDANTES DA FACULDADE DE MEDICINA EM CAMPOS DOS GOYTACAZES. Revista Interdisciplinar Pensamento Científico, 5(2). Retrieved from http://reinpec.org/reinpec/index.php/reinpec/article/view/295