ATUAÇÃO FONOAUDIOLÓGICA NA PARALISIA FACIAL DECORRENTE DE SÍNDROME GENÉTICA NÃO IDENTIFICADA: RELATO DE CASO

  • Wânia Lúcia Poubel
  • Amanda José da Silva
  • Manoella Silvério Figueira
  • Nicolly Pereira Hubner
Keywords: Fonoaudiologia; paralisia facial; terapia miofuncional.

Abstract

A paralisia facial é uma afecção que leva a implicações estéticas e funcionais da musculatura facial, advinda de diversas etiologias, afeta diretamente a mímica facial. Uma possível etiologia ainda pouco explorada são as doenças genéticas, que afetam uma parcela significante da população e acarretam danos significativos no desenvolvimento global e das estruturas estomatognáticas. As alterações apresentadas no material genético se manifestam das mais diversas formas. Dito isso, este estudo tem como objetivo relatar a atuação fonoaudiológica na paralisia facial consequente de síndrome genética não identificada.  A pesquisa de caráter descritivo foi realizada pela análise retrospectiva de prontuário de um indivíduo atendido na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Itaperuna-RJ. A fonoterapia demostrou resultados eficazes na melhora na expressão facial do paciente, evidenciando um campo crescente de pesquisa e atuação fonoaudiológica.

Downloads

Download data is not yet available.
Published
2020-05-24
How to Cite
Lúcia Poubel, W., José da Silva, A., Silvério Figueira, M., & Pereira Hubner, N. (2020). ATUAÇÃO FONOAUDIOLÓGICA NA PARALISIA FACIAL DECORRENTE DE SÍNDROME GENÉTICA NÃO IDENTIFICADA: RELATO DE CASO. Revista Interdisciplinar Pensamento Científico, 5(5). Retrieved from http://reinpec.org/reinpec/index.php/reinpec/article/view/418